Dicas para driblar os efeitos do tempo seco na pele


Não sei vocês, mas eu estou sofrendo horrores com a baixa umidade do ar. Além das alergias e problemas respiratórios, a pele também reclama. Estou sendo bastante rígida comigo e tomando pelos menos 100 ml de água a cada meia hora. A seguir Ingrid Peres, fisioterapeuta da rede de clínicas de estética Onodera, ensina outros truques para driblar a secura:

* Evite banhos muito quentes e demorados;

*Use cremes hidratantes, de preferência, logo após o banho. Capriche nas áreas ásperas do corpo, como cotovelos, calcanhares e joelhos;

*Sempre que possível fuja do ar-condicionado, inclusive dentro do carro;

*Para manter o ambiente úmido, coloque uma bacia de água;

Anúncios

Mãos bonitas exigem rotina de cuidados


Hidratação e disciplina são as palavras de ordem para quem quer ter mãos impecáveis. Como a área está exposta e sempre em contato com produtos químicos, a pele e as unhas são muito agredidas. Mas bastam cuidados simples para preservá-las.

“Isso deve ser rotina: lavou a mão, hidrate depois. É o básico, porque o detergente resseca muito”, sentencia a dermatologista Carla Vidal. “Se não for hidratada, a mão não fica bonita”. O ideal na hora de escolher o hidratante é observar as substâncias. A médica recomenda cremes com protetor solar, aloe vera (um ótimo cicatrizante) e ativadores de colágeno (que ajudam no rejuvenescimento da pele).

Deixe as cutículas em paz
As cutículas são alvo de discussão. Tem-se o hábito de tirá-las quando as unhas são feitas, mas este procedimento pode ser a porta de entrada para inflamações em volta das unhas. “É totalmente errado tirar a cutícula, pois deixa a unha sem proteção”, argumenta a dermatologista, que recomenda retirar o excesso de cutícula na hora do banho, usando somente as mãos.

Para ter unhas mais belas
Os cremes hidratantes são fundamentais também para as unhas. “As unhas laminadas melhoram quando são usados hidratantes”, explica Carla. Nestes casos, ela ainda recomenda usar um esmalte manipulado especialmente para protegê-las.

“Quando a unha estiver frágil, fique três semanas sem esmalte e hidrate”, recomenda. Vale lembrar ainda que não se pode ficar muito tempo com o mesmo esmalte. O ideal é retirá-lo a cada semana.

Para cortar as unhas, a regra: sempre reta, sem retirar os cantos. Quanto às lixas, elas são recomendadas apenas para polir as bordas das unhas. “Não lixe por cima da unha”, explica.

Cremes para o rosto: ideais para as mãos
A pele das mãos é tão frágil quanto a do rosto e do pescoço. Por isso, os produtos que são utilizados nestas regiões são de serventia para as mãos. Aproveite o restinho do creme de rosto que fica na ponta dos dedos para hidratá-las. “Use o mesmo creme do rosto no dorso da mão e nos dedos. Isso estimula a pele a ficar mais grossa e hidratada”.