O frio em Brasília e os cuidados com a sua pele

cuidado-pele-no-inverno e frio de Brasília

cuide da pele do seu rosto durante o frio e a seca de Brasília

Temperaturas mais baixas e o tempo seco exigem ainda mais cuidados

pele seca no frio de Brasilia baixa umidade
Não é apenas no verão que você precisa hidratar sua pele! No inverno é fundamental.

O verão acabou e, em grande parte do país, as temperaturas começaram a cair. Além de tirar os casacos e cachecóis do armário para se proteger do frio, outro cuidado não pode ficar de fora: o cuidado com a pele. O tempo mais seco e a mudança na rotina da alimentação, ingestão de líquidos – maior no verão – e cuidados contra os efeitos do sol deixam a pele mais sujeita ao ressecamento e a infecções. Aprenda o que pode e o que não pode no frio e tenha uma pele linda em qualquer estação.

O clima frio e seco é um grande inimigo da saúde da pele, ainda mais aqui em Brasília onde o clima frio e a baixa umidade contribui para o ressecamento da pele. Isso sem falar que nesse período tomamos pouca água, e abusamos dos banhos quentes. Tudo isso contribui para retirar a umidade natural da pele produzida pelo organismo, deixando a pele mais exposta à poeira, sujeira, mofo e também mais sensível ao contato com as roupas.

utilize filtro solar no inverno e frio de Brasília
A utilização de filtro solar no inverno também importante! Não saia de casa sem ele na bolsa!

Com as temperaturas mais baixas, alguns cuidados que as pessoas geralmente têm com a pele no verão – como beber água, usar hidratante e protetor solar – deixam de ser feitos. Mas, no inverno, sua importância não é menor. “O uso do hidratante e a ingestão de água, ajudarão a pele a não perder umidade para o ambiente, mantendo-se protegida contra as doenças comentadas anteriormente e também deixando-a mais bonita. O uso de protetor solar é indispensável sempre. As nuvens não bloqueiam a radiação UV. Por isso, o filtro deve ser usado diariamente. A única mudança é que no inverno o FPS pode ser mais baixo, partindo de 15 para as pessoas com pele mais morena, e de 30 para as de pele mais clara”, explica a dermatologista.

não tome banho quente demorado no frio
Um grande vilão no inverno são os banhos quentes! Tente ser rápida 😀

No friozinho, o banho quente e demorado é uma delícia para fugir das temperaturas baixas. No entanto, ele não é ideal nem a saúde da pele, nem para a do cabelo. Annia diz que “o banho deve ser morno. A água não pode estar quente a ponto de deixar a pele vermelha, pois aí pode ser prejudicial. É importante também não demorar muito no banho e evitar usar muito sabão ou esponjas, pois eles contribuem para o ressecamento da pele. A água quente ainda agride a pele do couro cabeludo causando um desequilíbrio e levando ao quadro da dermatite seborreica – ou caspa. O ideal é evitar os banhos muito quentes e longos, usar, de preferência, sabonetes neutros e hidratar a pele e o cabelo com produtos específicos diariamente.

Sandra Martins amante da estética facial, mãe, esposa e Esteticista, nem sempre tudo isso na mesma ordem. Proprietária do Studio Sandra Martins de Estética Facial. “A beleza é a única coisa preciosa na vida. É difícil encontrá-la – mas quem consegue descobre tudo.”

Anúncios

Cuidando da sua pele após os 40 anos


Uma das maiores preocupações femininas é o envelhecimento. Rugas e outros sinais da idade são um verdadeiro tormento na vida de muitas mulheres, até mesmo das mais jovens. Porém, enquanto ainda não existe um método que interrompa este processo, quem deseja retardar os sinais de que a melhor idade está chegando pode contar com alguns cuidados para manter a pele bonita depois dos 40. Por isso, selecionamos 5 dicas que ajudam a manter a jovialidade da pele por mais tempo:

1 – Importância da água para a pele

Beber a quantidade certa de água ajuda na absorção dos nutrientes que a pele necessita para ficar sempre saudável. A água também é uma grande aliada na hidratação da pele, o que é extremamente essencial (tratamento facial em taguatinga) para que ela tenha um aspecto jovem. O consumo de água também auxilia no processo de eliminação das toxinas do organismo e impede que elas se acumulem, deixando a pele mais bonita. O consumo ideal de água por dia é de 8 copos ou 2 litros.

2 – Alimentação adequada

Para diminuir os sinais de envelhecimento da pele, é importante recuperar os nutrientes perdidos neste processo, o que pode ser feito através de uma alimentação saudável e balanceada. Recomenda-se o consumo de alimentos ricos em antioxidantes, pois são estes nutrientes que combatem a ação dos radicais livres responsáveis pelo envelhecimento da pele.

“E no decorrer desse período, mantenha uma rotina de limpeza de pele, com produtos e equipamentos corretos. Venha conhecer o Home Studo de Estética Facial de Sandra Martins.”

Os antioxidantes podem ser encontrados nas verduras de folhas verdes e escuras, nas frutas vermelhas, roxas e nas leguminosas. Além de conter os antioxidantes necessários, alguns desses alimentos contém fibras que auxiliam o bom funcionamento do intestino e vitaminas C e E, que têm ação anti-envelhecimento.

As proteínas, por sua vez, estimulam a produção de colágeno em quantidade necessária para a manutenção da firmeza dos tecidos da pele. Carnes magras como de frango e peixe são ótimas opções para o consumo de proteínas. A gelatina também é rica em proteína, mas não pode ser a única fonte deste nutriente em sua dieta.

3 – Hidratante e filtro solar

Conforme a pele envelhece, ela fica menos hidratada, o colágeno também diminui e é aí que as rugas e a flacidez aparecem. Para diminuir os efeitos do envelhecimento na pele, é importante manter a hidratação com cremes, óleos e loções. Além disso, o uso do filtro solar também é crucial para manter a pele jovem. Uma boa opção é usar cremes hidratantes que contenham filtro solar e se expor o mínimo possível aos raios solares.

4 – Cosméticos antienvelhecimento

Os cosméticos antiidade são importantes para diminuir os sinais do envelhecimento, pois fornecem as vitaminas e proteínas necessárias para a recuperação da beleza e vivacidade da pele. Os tratamentos antienvelhecimento, também conhecidos como anti-aging, estimulam a produção de colágeno e nutrem a pele deixando-a com aspecto mais jovial. Esses tratamentos devem ser feitos sob orientação de um dermatologista.

5 – Aplicação de botox

Os tratamentos antienvelhecimento naturais são mais extensos e seus resultados podem aparecer a longo prazo. Porém, quem quer recorrer a uma alternativa mais rápida pode contar com a aplicação do botox. O botox relaxa a musculatura e diminui as rugas, além de evitar a contração excessiva dos músculos. Em geral, a reaplicação do botox deve ser feita entre três e seis meses após a última sessão.

Vale ressaltar que é imprescindível tentar sempre manter uma alimentação em nutrientes que a pele precisa, beber bastante água e proteger a pele dos raios solares. Tratamentos com cremes rejuvenescedores e a aplicação de botox podem ser alternativas mais fáceis, mas se combinadas com os cuidados naturais, seus efeitos podem ser ainda melhores e mais visíveis.

Sandra Martins amante da estética facial, mãe, esposa e Esteticista, nem sempre tudo isso na mesma ordem. Proprietária do Studio Sandra Martins de Estética Facial. “A beleza é a única coisa preciosa na vida. É difícil encontrá-la – mas quem consegue descobre tudo.”